sábado, 26 de janeiro de 2013


Suco de laranja



Originária da índia, a Laranja é uma das frutas mais populares de que se tem notícia. A laranja que temos hoje em dia é resultado de vários cruzamentos entre diversas espécies de frutas cítricas, selecionadas por suas características interessantes ao homem (tamanho, sabor, resistência, forma de cultivo, etc.). A despeito disso é uma fruta inegavelmente deliciosa além de comprovadamente rica em vitamina C.

Fora a casca de gosto altamente ácido, a laranja pode ser totalmente aproveitada, suas sementes são amplamente utilizadas como remédios caseiros, seu bagaço é uma excelente fonte de fibras combatendo com sucesso problemas como prisão de ventre, e sua polpa líquida nos proporciona o delicioso suco de laranja.
O consumo do suco de laranja é super comum no Brasil. Suas diversas qualidades para o nosso corpo são pouco exploradas. Hoje vamos listar alguns desses muitos benefícios:
Poucas pessoas sabem, mas o suco de laranja ajuda na prevenção dos cálculos renais.
Possui em sua composição flavonoides que atuam na diminuição do chamado “colesterol ruim” (LDL) e no aumento do “colesterol bom” (HDL). Com essa melhora na circulação a pressão fica mais controlada e assim evita a taquicardia.
Rico em vitamina C, potente contra resfriados.
                 
Considerada uma vitamina antioxidante, que acaba com os radicais livres que causam o envelhecimento das células e podem criar tumores e gerar o câncer, por isso é eficaz na prevenção do câncer, principalmente de boca, laringe e estômago.
Durante exercícios físicos, através do suor, nosso corpo perde sais minerais que também podem ser encontrados no suco da laranja.
Ajuda o corpo na absorção do ferro nos alimentos.



E aí, já tomou o seu suco de laranja hoje?








Suco de laranja neutraliza a ingestão de gorduras
Estudo da Universidade do Estado de Nova York diz que a bebida neutraliza a inflamação gerada por uma refeição cheia de gorduras e carboidratos. Mas, segundo Mário Maróstica, engenheiro de alimentos da Universidade Estadual de Campinas, SP, que defenda o consumo de suco de laranja como parte de uma dieta equilibrada, existem algumas lacunas na pesquisa : “O suco promove um efeito antioxidante, mas não compensa o fato de uma pessoa comer fast food, por exemplo, todos os dias”.

O que engorda menos: laranja ao natural ou na forma de suco?
Por Karla Precioso postado em 29/06/2011
     
A primeira opção. “Qualquer alimento amassado, espremido ou triturado é absorvido mais rapidamente pelo organismo do que os inteiros”, explica Guilherme de Azevedo Ribeiro, nutricionista e autor dos livros Dieta Nota 10 e Cardápios Nota 10 (Editora Bertrand Brasil). É por isso que o suco de laranja engorda mais. “Nele, a fruta foi espremida e, nesse processo, perdeu os gomos e as fibras que retardam sua absorção.” Significa que o índice glicêmico do suco é alto, disparando os níveis de insulina, o hormônio estoca-gordura. Além disso, quanto mais depressa o alimento é absorvido, mais rápido você volta a sentir fome. Portanto, se o objetivo é emagrecer, consuma a laranja ao natural e, de preferência, com o bagaço.

O suco de laranja natural deve ser consumido logo depois de feito. O gosto ruim, após alguns minutos é devido à vitamina C presente na laranja. A vitamina C é uma substância bastante instável. Assim que entra em contato com o oxigênio do ar, começam a ocorrer reações químicas que a destroem. Se o suco estiver exposto à luz, a reação será mais rápida ainda. Na primeira meia hora, a perda chega a 75%, explica o bioquímico Julio Tirapegui, da Universidade de São Paulo. E não adianta nada colocar o suco na geladeira para conservá-lo; isso serve apenas para protegê-lo da luz, além de gelar. É preciso também prestar atenção para não se comprar frutos danificados, com um pedaço da casca faltando. A reação com o oxigênio já pode estar ocorrendo e deteriorando a laranja.
O suco de laranja é um dos mais consumidos no país — e até no mundo. mas, devido à correria do dia a dia, muita gente não tem mais tempo de fazer um suco natural e assim lançam mão dos industrializados. Por isso, a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste) resolveu testar dez marcas mais conhecidas no mercado — sete de néctar e três de suco, sendo um integral (sem adição de açúcar e água) e um reconstituído (ou reprocessado, com adição de água). O resultado é animador: “Você encontra nos supermercados bebidas industrializadas com o sabor da fruta e o teor de vitamina C praticamente iguais aos do suco natural”, explicou a associação.
Você chega no supermercado e na hora de escolher o suco de laranja se pergunta: Qual o melhor suco de laranja? São tantas as marcas e os preços que fica difícil saber qual o melhor custo benefício. Pensando em você e atendendo os pedidos da pesquisa em nosso blog, o Comparei fez o teste cego das marcas de suco de laranja de caixa.

Metodologia:
Parecia que esse seria um teste gostoso de se fazer. Testar sucos de laranja numa tarde de sol. Porém, o teste se tornou uma tortura, uma tarefa super difícil com diversas surpresas ruins no caminho.
A metodologia do teste cego foi encher 10 copos numerados, cada um com suco de uma marca diferente e depois posicioná-los do melhor para o pior.

Conclusões:
Por fim, dividimos os sucos em três grupos: Bons, Médios e Ruins. Portanto nossa recomendação dessa vez é que você compare o preço e escolha o mais em conta levando em consideração a classificação dos grupos. Dentre os bons o destaque para a surpresa da marca DaFruta e para o preço do Dell Vale, os gominhos do Laranja Caseira acabaram ficando muito caros para a real diferença no paladar. O grupo Médio pode ser uma opção quando o orçamento for apertado. Dentre os Ruins a surpresa negativa ficou para a Sufresh que tem um dos preços mais caros e uma das piores notas.










Porto de Santos: o gigante do país
Ele é o maior da América Latina, soberano na exportação de açúcar e suco de laranja do mundo, além de se destacar nos embarques de café, soja, álcool, automóveis e produtos industrializados em geral. Com mais de 50 berços de atracação ao longo de seus 13 km de cais e múltiplos terminais especializados para carga geral, contêineres, granéis sólidos e líquidos, o Porto de Santos movimenta cargas de todos os Estados brasileiros.

A exportação do suco de laranja é feita em navios graneleiros capacitados para 40 mil toneladas de suco e dotados de um sistema de tanques frigoríficos comparáveis aos tank farms do porto. Dessa maneira, o produto é levado para diversos destinos em vários portos do mundo. Por exemplo para os da Europa, a viagem dura cerca de 12 dias.
Já a chegada do NFC ao Porto de Santos aconteceu no ano 2000, quando entrou em operação através do Grupo Fischer o primeiro terminal marítimo de estocagem de suco de laranja não-concentrado. 
Este produto não é congelado e nem possui conservante. O seu processo de armazenagem é delicado pois depois de levar quatro horas para ser pasteurizado qualquer contato com o ar pode comprometer a qualidade do produto.

O suco de maior consumo também é o mais exportado,  por Cláudia Dominguez *
Liderando o mercado de produção e exportação de sucos cítricos, o Brasil exportou só no ano passado 1,4 milhões de toneladas de suco de laranja. O chamado “cinturão da laranja” está localizado no estado de São Paulo - detentor de 90% da produção da fruta - e também no sul de Minas Gerais. A produção ocorre durante todo o ano, mas o pico da safra está entre os meses de setembro e novembro.
O Grupo Fischer, por meio da Divisão Citrosuco, possui três fábricas no interior do Estado instaladas nas cidades de Limeira, Bebedouro e Matão e ainda um terminal marítimo no porto de Santos. Orgulha-se de sua fábrica de suco de laranja de Matão ser a maior mundo. Somente num dia, são processadas 18 mil toneladas, o equivalente a 1.100 caminhões de laranja.
O gerente da unidade Santos da Citrosuco, Oséia Pereira Filho, explica alguns requisitos para a exportação do produto.  “O suco para ser exportado precisa atender os padrões internacionais, como padrão de identidade, garantia de sua pureza e da não adulteração, a segurança e estabilidade microbiológica, o nível de resíduos de pesticidas e a própria rastreabilidade de processo e produto”, explica.
Existem dois produtos fabricados e exportados pelo porto: o suco de laranja concentrado, chamado de COJ (suco de laranja concentrado) e o NFC (suco de laranja não-concentrado). Ambos são transportados em caminhões-tanque. O concentrado à temperatura de 10º negativos,  tornando o produto viscoso, porém não congelado.
Ao chegar no armazém dentro porto, o suco de laranja concentrado é bombeado através de mangotes atóxicos - específicos para alimentos - de dentro dos caminhões para grandes tanques de aço inoxidável localizados em uma enorme câmara refrigerada mantida à temperatura de 15º negativos, conhecida como tank farm. O tempo dessa operação dura, em média, uma hora e meia. 
Depois de feita a análise dos lotes do produto, a transferência para dentro dos navios está liberada.

Por ser um alimento perecível, o suco de laranja possui um tempo máximo para chegar ao Porto de Santos, o que exige uma série de cuidados antes, durante e depois do transporte. Além de contar com equipamentos térmicos e dedicados, as viagens são acompanhadas 24 horas pela equipe de logística, o que permite manter a qualidade e a temperatura ideal do produto. “A empresa atingiu ao longo dos anos um elevado grau de especialização no transporte de cargas especiais. Com isso, ganhamos alta produtividade, afastamos riscos, garantimos a integridade física do produto e a satisfação do cliente”, destaca Leopoldo.

A Citrosuco, do Grupo Fisher, é a maior exportadora de suco de laranja no mundo. O feito se deu após a recente fusão da companhia com a Citrovita, do Grupo Votorantim. Antes, a posição de destaque no cenário mundial era da Cutrale, tradicional líder nas exportações de suco de laranja do Brasil e que, agora, ocupa o segundo lugar.
     

O maior navio do mundo de transporte de suco de laranja.
 24 de junho de 2008, em Curiosidade, Marinha Mercante, Reportagem, por Galante

No sábado (21), por volta do meio dia, aproveitando a visita aos navios da JMSDF, tivemos a oportunidade de visitar o M/T Carlos Fischer, de bandeira liberiana, atracado no cais do armazém 29, embarcando cerca de 40.000 toneladas de suco de laranja a granel. O navio, primeiro de uma classe de três navios composta pelo próprio Carlos Fischer, o primeiro, seguido do Premium do Brasil e do Orange Sun, são os maiores navios-tanque para transporte de sucos cítricos a granel do mundo. Vale a pena ressaltar que o suco de laranja é um dos principais Commodities exportados pelo Brasil, e que nosso país, junto com os EUA, é um dos maiores players do mercado mundial de sucos cítricos.
De propriedade do Grupo Fischer, é administrado pela empresa Maritime Services Aleuropa GmbH., com sede em Hamburgo, Alemanha; possui 20 tripulantes, sendo seus oficiais superiores (Comandante, Imediato e Chefe de Máquinas) alemães, oficiais de náutica e máquinas chileno e peruano, contra-mestre espanhol e guarnição chilena/peruana.
O navio de 5ª geração ostenta os mais modernos equipamentos para transporte, armazenamento e controle de suco cítricos refrigerados, impressionando pelo controle automático de estivagem, temperatura da carga, máquinas e navegação.

Capacitado para o transporte de 43.000t de sucos cítricos refrigerados, estivados em 16 tanques de aço inox, sendo 8 a bombordo e 8 a boreste, “locks no weather deck” para transporte de 500 Teus (Containers de 20´) ou 250 de 40´, incluindo tomadas para 70 unidades frigoríficas.
Possui ainda para recreação da guarnição: piscina, sauna, ginásio, refeitório de oficiais, refeitório da guarnição, salões dos oficiais, salão da guarnição, camarote individuais em suítes de 
extremo conforto, 5 refeições servidas por dia, mais refrigeradores com petiscos à disposição, enfim, um conforto de fazer inveja.
 fotografias de Rafael Ferreira Viva:

 

E por estarmos falando de laranja e laranjeiras, a ave símbolo do Brasil é o Sabiá-laranjeira.
Ave símbolo do Brasil, o sabiá-laranjeira, também conhecido como sabiá-amarelo, sabiá-vermelho ou de peito-roxo é uma ave popular, citada por diversos poetas como o pássaro que canta na estação do amor ou seja, a primavera. Foi imortalizado na “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias, juntou-se oficialmente aos outros quatro símbolos nacionais – a bandeira, o hino, o brasão de armas e o selo, tendo a mesma importância deles na representação do Brasil em 3 de outubro de 2002, por decreto do presidente Fernando Henrique Cardoso.
Segundo o ornitólogo Johan Dalgas Frisch (mentor do decreto de 3 de outubro), são 12 as espécies de sabiás no Brasil, sendo que o pássaro assume outras denominações em regiões diferentes. Assim, ele tanto pode ser caraxué (AM), sabiá-coca (BA), sabiá-laranja (RS) e ainda sabiá-de-barriga-vermelha, sabiá-ponga e sabiá-piranga em lugares diferentes.

No Brasil podem ser encontradas outras espécies de sabiá, tais como: sabiá-una, sabiá-barranco, sabiá-poca, sabiá-coleira, sabiá-do-banhado, sabiá-da-praia, sabiá-gongá, sabiá-do-campo entre outros. Embora, estas últimas quatro espécies não pertençam ao gêneroTurdus e consequentemente a família Turdidae.
Características
Mede 25 centímetros de comprimento e pesa, o macho 68 gramas, a fêmea: 78 gramas. Tem plumagem parda, com exceção da região do ventre, destacada pela cor vermelho-ferrugem, levemente alaranjada, e bico amarelo-escuro. Não há dimorfismo sexual, pois, ambos são iguais.
É ave de canto muito apreciado, que se assemelha ao som de uma flauta. Canta principalmente ao alvorecer e à tarde. O canto serve para demarcar território e, no caso dos machos, para atrair a fêmea. A fêmea também canta, mas numa frequência bem menor que o macho.
O canto do sabiá-larajeira é parcialmente aprendido, havendo linhagens geográficas de tipos de canto, e se a ave conviver desde pequena com outras espécies, pode ser influenciada pelo canto delas e passar a ter um canto “impuro”.


         
Fontes : além das já citadas , http://www.google.com.br






Um comentário:

  1. Nossa, muito legal sua matéria, é sempre bom conhecer mais a respeito das coisas.
    Eu sou fã de laranja desde criança, meu avô descascava e a gente chupava laranja a tarde toda contando histórias.
    Gosto tanto que acabei fazendo meu site, onde apresento muitas formas de fazer sucos e receitas.
    Venha conhcer depois.

    ResponderExcluir